segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Quer compreender o título do blog?

Às vezes, em meio às decepções,
Tristezas e tribulações,
Eu me sinto um grão...
De sal... talvez!
No meio da ansiedade, angústia
Cansaço ou falta de coragem
Vem a depressão, a doença
A necessidade de proteção... a dor.
E, novamente, eu me sinto um grão...
De sal... talvez!
Então, eu me lembro da Palavra:
           
Ó Senhor Deus! Passaste a mostrar
            Ao teu servo a Tua grandeza
            E a Tua poderosa mão;
            Por que que Deus há nos Céus ou na Terra
            Que possa fazer segundo as Tuas obras,
            Segundo os Teus poderosos feitos?” (Dt. 3.24)

Assim a força e a coragem
Dão as mãos a mim... e eu ajoelho e oro...
Eu não sei se consigo dar significado ao choro,
Mas sei que o teu Espírito traduz cada lágrima,
E me sinto forte e Te sinto perto...
E a nuvem passa e a dor com ela...
E eu me sinto um grão...
De sal com certeza!
De sal que tempera a Terra.


2 comentários:

  1. "Cada lágrima que é derramada é uma frase para Deus." É profundo essa mensagem.

    ResponderExcluir
  2. Leee. adorei. não sou das melhores pra compreender poemas/poesias, mas sinto o que voce escreveu e acho que sentir é mais importante do que entender. adorei mesmo. espero que Deus tambem possa fazer de mim, cada vez mais, tambem um grãozinho de sal. o engraçado é que só entendi a 'mensagem' do nome do teu blog quando pensei um pouco e até isso nele me fez refletir. Beaj gata! Deus te abençoe =*

    ResponderExcluir